Tamanho não é documento…

Demorou, mas voltei… E com um post novinho em folha!!! 🙂

Hoje vamos falar de LOFT, um novo jeito de morar.
Já pararam pra pensar o quanto as casas tem diminuído ao longo dos anos? As famílias que eram formadas por 7,8,9 filhos, hoje se limitam à ter 2 ou 3. E há aqueles que digam que 1 é o suficiente! Então pra que ter casa grande, se muitas vezes nem tempo de usar nós temos?? É pra suprir essas mudanças que surgiram os Lofts. Espaços compactos, integrados, funcionais e livre de bloqueios que favorecem o convívio e a interação entre os moradores.

Para planejar um loft e otimizar o espaço é necessário ajuda de um profissional, mas vamos de dar uma mãozinha… Afinal, estamos aqui pra isso né?

1ª dica: Usar o mobiliário como o elemento segmentador do espaço. Através de móveis podemos separar um ambiente do outro. Além disso, com uma marcenaria planejada é possível dar dupla utilidade ao móvel. Como acontece nas estantes abaixo:

2ª dica: Usar tapetes para dividir os espaços, delimitar áreas. Podemos usar iguais ou variar nas tonalidades. Quando se usa estampa em dois tapetes, o ideal é ter pontos em comum, seja na linguagem dos desenhos ou na mesma paleta de cores. Sobreposição também é válida, desde que os tapetes conversem entre si.

3ª dica: Use e abuse das divisórias vazadas. Sejam elas em MDF, cobogó… ou qualquer outro material que permita esse tipo de trabalho. Elas delimitam o espaço, permitindo a ventilação e iluminação. Além disso, a sensação de espaço amplo permanece.

4ª dica: Um lugar para cada coisa, cada coisa em seu lugar. É a dica de organização mais falada por ai. Quando se planeja um lugar adequado para cada pertence é possível otimizar o espaço sem comprometer a estética e funcionalidade.

5ª dica: Espelho, espelho meu… Dica sempre válida pra qualquer tipo de ambiente pequeno. Espelhos dobram o espaço daquilo que refletem, sem contar que são um charme à mais nos ambientes, não é mesmo?
Olhem que lindo essas opções:

As novas opções de moradia oferecidas hoje, sejam Lofts, Flats, ou simplesmente o que chamamos de espaços compactos, moradias mínimas, ou até mesmo apartamentos pequenos, podem oferecer conforto, ousadia e praticidade. Mas lembrem-se sempre de contratar um profissional para aproveitar todo o espaço disponível para transformar seu sonho em realidade.

Por hoje é só, até a próxima!
Mais dúvidas sobre arquitetura, como fazer, como se planejar?
Deixe aqui nos comentários…❤

Até mais,

Jaque Umbelino, da Hoop Arquitetura e Engenharia 😉

 

Anúncios

2 comentários em “Tamanho não é documento…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s