Cadeiras diferentes para cozinha ou sala de jantar

O tempo vai passando e a decoração vai ficando mais livre, ousada e sem paradigmas. Já se foi o tempo em que o bonito era ter tudo combinando à risca na nossa casa. Hoje percebemos que dar um toque diferente, deixa tudo mais descolado com um ar mais atual e jovial.

Um exemplo disso é a tendência de utilizar cadeiras diferentes entre si para colocar na mesa de casa. A ideia principal desse estilo é justamente usar assentos com formatos, cores e tamanhos distintos juntos. O objetivo é trazer personalidade à decoração.

Existem muitas formas para usar esse estilo. Podemos colocar cadeiras com o mesmo design, porém com cores ou estampas diferentes. Também é válido usar cadeiras com o design divergente e mesma cor. Ou ainda cadeiras totalmente diferentes que não tem nada em comum. Se for uma mesa de quatro lugares, por exemplo, conseguimos colocar duas de um modelo, e as outras duas de outro e ainda intercalar na hora de posicionar na mesa. Ou também é possível colocar três da mesma cor e formatos diferentes e uma de cor diferente e estilo diferente.

A princípio pode parecer que não faz muito sentido, mas o resultado final é agradável e contemporâneo. Explore a criatividade nesse momento e experimente composições desiguais. O importante é buscar uma coerência subjetiva, como mostram as fotos a seguir.

 

Quando for colocar vários tipos de cadeiras juntas, e não for combinar modelos de cores iguais e desenhos diferentes, busque assentos com tons de cores que conversam entre si, como por exemplo tons pastéis ou cores sóbrias. Depende do que você busca para sua decoração. Vale até trocar a cadeira por um banquinho.

Com essa liberdade para escolher cadeiras diferentes entre si, quando alguma quebrar por ventura, fica até mais fácil na hora de repor. Não precisa, necessariamente ser igual a anterior.

Outra dica é escolher uma mesa mais simples que traga uma neutralidade em meio ao estilo arrojado.

Experimente ousar e sair da mesmice. Você vai ver que é o que faltava para trazer uma graça a sua cozinha ou sala de jantar.

 

Autor: Bruna Domingues

Lopes Construtora

Anúncios

Dicas práticas para combinar estilos na decoração

Combinar estilos é uma solução bastante eficiente para quem mora em algum lugar compartilhado e precisa de um meio termo na decoração. E quem mora sozinho também pode encontrar a solução quando gosta de mais de um estilo.

Fazer combinações exige um equilíbrio entre cores, móveis, texturas e acabamentos. Pode parecer complicado, mas fica bem mais fácil quando você entende como todas essas coisas funcionam em conjunto.

Confira algumas dicas para acertar na sua combinação:

Tenha uma paleta de cores definida

Usar as cores de um jeito coerente na decoração faz o ambiente inteiro parecer equilibrado. Elas são tão poderosas que conseguem fazer até as peças mais diversas conversarem entre si, incluindo móveis, tecidos e itens de decoração.

Quem divide a casa com alguém que tem um gosto completamente diferente nas cores também consegue entrar em acordo: aplique a paleta mais neutra como base (nas paredes, piso e móveis maiores), e complete o ambiente com os toques da cor mais intensa nos detalhes.

Pense nos móveis primeiro

Como os móveis são as peças maiores, é por eles que você deve começar a pensar. Na hora de começar a fazer combinações, preste atenção no peso visual e tamanho dos móveis.

Por exemplo, se você está decorando o quarto e não tem dois criados-mudos iguais, use itens diferentes, mas garanta que ambos têm o mesmo tamanho.

Encontre o equilíbrio

Combinar estilos na decoração também requer equilíbrio na disposição de objetos. Uma boa regra para lembrar é: tudo precisa de um par.

A regra diz que é interessante repetir as características de um item em pelo menos mais alguma parte do ambiente. Alguns exemplos práticos são:

  • Usar o mesmo tom de madeira na mesa lateral e na de centro.
  • Ter a mesma cor na manta de sofá, nas cadeiras de jantar e nas pinturas
  • Colocar molduras de formatos diferentes na parede, mas com a mesma cor

Use o item único como ponto focal

Tem alguma peça que aparentemente não combina com o resto da decoração? Ao invés de tentar escondê-la, tente usá-la como ponto focal do cômodo.

Um bom exemplo seria aquele quadro que não combina com nada ou é grande demais em comparação com os outros elementos. Apenas pendure na parede e deixe-o brilhar.

 

Gostou das dicas para combinar estilos na decoração?

Fique sempre ligado no Blog da Lopes para estar atualizado das novidades.

 

3 estilos maravilhosos de Papel de Parede

Neste post selecionei 3 estilos de papéis de parede para uma decoração. Ao escolher um papel de parede, o que deve ser levado em conta é quanto ao local em que deverá ser aplicado. Normalmente é aplicado em quartos e salas, mas nada impede que possa ser usado em banheiros e lavabos.

É interessante que eu venho acompanhando a evolução do papel de parede ao longo dos anos. Nos anos 80, o mais comum era você encontrar papel de parede mais floral, um estilo mais romântico. Nos anos 90, foi considerado muito caro e fora de moda. Apenas de uns tempos para cá é que veio ganhando mais força e mais adeptos. Novas técnicas, cores e estilos estão sendo apresentados. A facilidade de aplicação também vem sendo considerada. Atualmente é mais fácil aplicar e até mesmo de remover, em caso queira trocar e claro, os valores ficaram mais acessíveis.

Recomendações

Para quem gosta da ideia de aplicar em banheiros e cozinha, a recomendação é que ele seja do tipo vinil e claro, não inflamável, para o caso de querer que ele seja aplicado na cozinha.

Uma outra recomendação é que evitem cores muito fortes, daquelas em que a pessoa poderá enjoar a medida que passe o tempo. Ou cores muito escuras. Caso prefira cores escuras, procure fazer um contraste com peças mais claras para que o ambiente possa se manter harmonioso.

Papeis de parede selecionados

Cada uma das imagens selecionadas a seguir fazem parte do site: Papel parede anos 70. Neste site encontrei uma grande varidade de papel de parede. O interessante é que em cada um deles possui uma ficha técnica para que possamos entender as suas características, além de uma calculadora para saber quantos rolos são necessários para cobrir uma determinada área. Fácil de entender e a calculadora, fácil de mexer.

Vamos lá? Dar uma olhadinha nos estilos maravilhosos de papel de parede?

1. Estilo Barroco

Se você imaginar o que é um estilo barroco para um papel de parede, seria algo mais detalhado, traços mais finos. Este estilo fica ótimo em uma entrada. A cor turquesa, para este caso, se destaca. Você também poderá colocar um espelho encostado no chão grande ou uma poltrona em tom bege ou cinza claro. Consegue imaginar? No ambiente a seguir, foi colocado uma poltrona no mesmo tom do papel de parede. A sensação que cria é de uma clássica elegância. A flor foi um toque lindo!

 

  • Material base – Papel de parede à base de papel

Papel de parede à base de papel:
Consiste em papel reciclado, a superfície pode ter várias camadas de impressão.
Papel de parede à base de papel

  • Superfície: Liso
  • Efeito: Padrão mate, Superficie base iridiscente
  • Design: Damasco barroco
  • Cor base: Ouro branco
  • Cor do padrão: Azul turquesa
  • Dimensões: 0,68 m Largura × 10,05 mAltura
  • Unidade de venda: Por rolo
  • Rapport: 0,69 m Rapport direto

Rapport direto:

Cada comprimento de papel de parede é igual. Os padrões são alinhados ao cortar. Perda mínima de material.

  • Gramagem: 146 g/m2
  • Características
  • Resistente à luz
  • Removível com água
  • Colar no papel de parede
  • Com esponja ou pano úmido

Veja que uma das características deste papel de parede é que ele é resistente à luz. Significa que poderá ser aplicado onde o sol bate com maior frequência. Fácil remoção, caso queira retirar. Alguns dos papéis de parede são a base de papel, como neste caso, então a explicação vem logo a seguir.

2. Estilo Glamuroso

O Glamuroso chega a ser parecido com o Barroco. A diferença que vejo é a aplicação do dourado. O dourado deixa o ambiente mais glamuroso porque lembra bastante o ouro. Neste imagem o que achei ótimo foi justamente o desenho, onde a cor padrão foi o ouro. Imagino este papel de parede em uma única parede em uma sala pequena, como uma sala de jantar ou uma sala de leitura. Para completar o ambiente, eu utilizaria a cadeira Eames. Trabalhando com o material couro para poltronas e sofás.

  • Material base: Papel de parede TNT
  • Superfície: Liso
  • Efeito: Padrão brilhante, Superfície base mate
  • Design: Damasco floral, Elementos geométricos
  • Cor base: Preto
  • Cor do padrão: Ouro
  • Dimensões: 0,52 m Largura × 10,00 mAltura
  • Unidade de venda: Por rolo
  • Rapport : 0,54 m Rapport direto

Rapport direto: 
Cada comprimento de papel de parede é igual. Os padrões são alinhados ao cortar. Perda mínima de material.

  • Gramagem: 155 g/m2
    • Características
  • Boa resistência à luz
  • Baixa inflamabilidade
  • Removível
  • Colar na parede
  • Lavável com água

Este papel de parede tem um outro material base: Papel de parede TNT. O que significa que é *composto por celulose e fibras têxteis reforçadas por um agente de ligação. Livre de PVC, solventes e formol, esconde rachaduras e de aplicação muito fácil.

*Fonte: Papel parede anos 70

3. Van Gogh

Selecionei este porque realmente achei uma obra de arte. Van Gogh se destacava por utilizar uma técnica chamada pontilhismo. Em sua época os seus traços eram dominados por pontos e muitas cores. As cores que pude observar em suas obras foram o amarelo e o azul, assim como neste papel de parede. Veja que diferente e bonito. Cabe perfeitamente em uma sala ou em um hall de entrada. Usaria juntamente com um sofá bege, um tom neutro, para sempre destacar o papel de parede como obra de arte. Achei fantástica a ideia! É uma linha mais romântica. Ao mesmo tempo que predomina uma certa força e sendo suave ao mesmo tempo.

  • Material base: Papel de parede TNT
  • Superfície: Estrutura fina, Vinil
  • Efeito: Mate
  • Design: Flores Selvagens
  • Cor base: Bege esverdeado
  • Cor do padrão: Amarelo, Verde, Vermelho coral, Turquesa menta
  • Dimensões: 0,53 m Largura × 10,05 mAltura
  • Unidade de venda: Por rolo
  • Rapport: 0,64 m Rapport direto

Rapport direto: 
Cada comprimento de papel de parede é igual. Os padrões são alinhados ao cortar. Perda mínima de material.

  • Gramagem: 250 g/m2
  • Características:
    • Boa resistência à luz
    • Lavar com detergente indicado
    • Baixa inflamabilidade
    • Removível
    • Colar na parede

Para este papel de parede, pode-se limpar com detergente e pela característica é possível instalar na cozinha ou em lavabos. Por que lavabos? Porque ele tem a superfície de vinil. Resistente a umidade.

O estilo que eu mais me identifiquei foi o Van Gogh. Achei muito delicado e as cores são bem fáceis de combinar. Imagino em uma sala junto com um aparador em tom de madeira junto com a borda de um quadro, somente a moldura branca, por exemplo. Ficaria ótimo!

Para completar, usaria um papel de parede mais em tom de verde claro em banheiro e lavabo. Ou seja, aproveitaria as cores do papel de parede utilizado na sala para os demais ambientes.

E você? Qual gostaria de usar? Deixe aqui nos comentários.

Até a próxima!

Fabiola

E nos acompanhe:
→ Instagram: @fabicorderodesignedecoracao

→ Nossa Fan Page: /fabicorderodesignedecoracao

instaFabi faceFabi emailfabi

Credenciada pela ABD sob nº : 15670 – Categoria: Profissional – São Paulo – SP

Ideias e dicas usando grama artificial

Já pensou usar grama artificial na sua casa? Seja na varanda, no quintal ou em lugares inusitados, como paredes e poltrona? Neste post vamos apresentar ideias de como podem ser usados grama artificial na decoração de maneira que fiquei muito bem e harmonioso.

Nas paredes para um escritório

Eu já tive a oportunidade de ficar curiosa e sentir a textura de uma grama artificial. Normalmente são vendidos em pequenos pedaços, em torno de 30x 30 xm e aí vc monta o tamanho que desejar. Já vi também venderem em rolo onde você determina o tamanho que deseja colocar em sua área.

Nas paredes pra mim é novidade. A gente costuma colocar quadros, fotos, papel de parede, adesivos, mas grama artificial? Até que é uma ideia inusitada, né? Veja no exemplo abaixo como ficou interessante. Como a parte debaixo, se não me engano é tipo um plástico, pra colar é bem provável que cola silicone fria ou cola branca comum funcione. Nem parece artificial né? Foi quebrado com outro pequeno painel e flores, como se estivesse em um jardim.

Nas paredes para uma sala integrada

Neste caso, foi seguida a mesma ideia, onde a grama artificial é o destaque. Nos detalhes reparem que colocaram outras plantas. Diferente e parece trazer uma sensação de paz. O verde em si já trás essa sensação. Algo refrescante e tropical.

Na área externa, na lateral de uma casa

Neste caso colocaram grama artificial na parte lateral da casa e adicionaram pedras como formando um caminho. A vantagem que eu vejo em uma grama artificial é de não precisar aparar as laterais da pedra, caso a grama cresça. Gosto desta ideia de fazer um caminho. Quando morava em casa, meus pais tinha uma garagem que era assim. A diferença era ao invés do concreto ser quadrado, era redondo, mas a ideia era a mesma.

Na área externa, no quintal de casa

Para quem tem um quintal maior, olha que ideia bonita. Hoje em dia uma grama artificial parece bem real. Eu fico me imaginando andando descalça facilmente por este quintal. Será que pra quem animal, cachorro ou gato, eles vão se comportar direitinho? Achar que ali também pode fazer tudo? Só testando né? rsss…

Na parte externa lateral, como jardim

A ideia aqui foi criar um jardim. Ficou interessante né? Eu gostei. Aparenta limpeza e simplicidade. Como está em uma área aberta, não teria problema nas mudanças climáticas da região. Fico pensando no tempo de duração… acredito que a medida que o tempo passa, a cor da grama deva desbotar, não sei.

Fotos fonte: Amazing Interior Design

Várias vezes pensei em colocar uma grama artificial lá na varanda de casa. Meus gatos iriam adorar. Provavelemente deixe o ambiente mais fresco, ajudando a amenizar o clima local.

E você? Gostaria de ter uma grama artificial em casa? Acharia prático? Deixe aqui nos comentário a sua opinião.

Bjs,

Até a próxima!

Fabiola

Como incorporar toques de cor a qualquer ambiente

Autor: Aline Yamasaki, Lopes Consultoria de Imóveis

Embora as cores neutras sejam a forma mais segura, atemporal e elegante de se decorar, às vezes sentimos falta de um toque de cor, certo?

Nesse momento é comum ficar com medo de exagerar, mas fique tranquilo. Há um jeito de incorporar toques de cor a todos os ambientes, independente do seu estilo. Tapetes, almofadas e quadros são alguns dos itens que serão seus melhores amigos neste momento.

Aqui estão algumas dicas para usar as cores na sua casa de um jeito harmonioso:

Escolha um tapete colorido

Fonte: Houzz

Tapetes são uma excelente ideia para adicionar cor e textura ao ambiente. Se o piso é claro, opte por tapetes em cores fortes, como o laranja, azul royal ou roxo. Uma passadeira também dá um toque de cor a corredores e entradas.

Aposte nos quadros

Fonte: My Domaine

Se você é do time que prefere manter os móveis monocromáticos, que tal usar quadros e fotografias para adicionar cor?

Um belo quadro pendurado na parede vai se destacar dentro do cômodo de tons neutros e trazer informação de design.

 

Coloque cor nos detalhes

Fonte: My Domaine

 

Usar itens de decoração coloridos adiciona impacto ao espaço.

Na foto, o amarelo dos abajures é um toque de ousadia no ambiente neutro. Mesmo com uma cor intensa, o visual é balanceado porque tem simetria.

Incorpore flores e plantas

Fonte: House and Home

Arranjos de flores e plantas são ótimos elementos para a casa, pois além de adicionar perfume, personalidade e boas energias, dão um toque de verde.

Se você não sabe muito sobre plantas, procure por aquelas que necessitam de poucos cuidados. E se você passa muito tempo fora de casa, pode ser uma boa ideia adquirir as plantas artificiais.

 Use almofadas

Fonte: Ballard Designs

 

Um sofá ou cama fica muito mais interessante quando tem almofadas e mantas finalizando o visual. Além de adicionar conforto, as almofadas são um jeito econômico e fácil de repaginar um ambiente.

Na imagem, o azul combinado com as capas estampadas formam uma composição elegante e rica.

 

Gostou das dicas para decorar sua casa com toques de cor?

Fique sempre ligado no Blog da Lopes para estar atualizado das novidades.

5 dicas para usar quadros na decoração de casa

Autor: Aline Yamasaki, Lopes Consultoria de Imóveis

Uma das formas mais conhecidas de decorar a casa é usando quadros. A ideia de transmitir a personalidade dos moradores e ser um investimento possível de carregar para uma próxima casa é atraente.

No entanto, a hora de escolher os quadros pode ser confusa. Qual o tipo certo? Onde vou pendurá-lo? E a moldura?

Para te ajudar a ter uma decoração impecável com os quadros, selecionamos algumas dicas e informações sobre o assunto

Local

Fonte: Monta Casa

Para encontrar o lugar perfeito para colocar seu quadro, pense no estilo da decoração. Um cômodo mais clássico combina com quadros na parede frontal ou espalhados nas paredes laterais. No estilo escandinavo, mais moderno, vimos as telas apoiadas no chão. Se colocados nas escadas, os quadros ficam interessantes acompanhando o alinhamento dos degraus.

Cor

Fonte: Pinterest

A cor é uma das características mais importantes na hora de escolher os quadros. O recomendado é equilibrar as cores da tela com as que já estão no ambiente – um cômodo neutro pode ficar muito elegante com quadros de cores fortes. Não se esqueça das molduras: as pretas ou brancas combinam com tudo, enquanto os quadros clássicos pedem molduras mais trabalhadas.

Tamanho

Fonte: Pinterest

Quando falamos de quadros, os maiores normalmente são melhores. Pense no espaço sobre o sofá: uma regra geral é que o quadro tenha pelo menos 2/3 da largura do móvel, e a mesma regra serve para a cabeceira da cama. Uma dica para pendurar os quadros é fazer a disposição primeiro no chão. Assim, você tem uma ideia de como vai ficar antes de perfurar a parede.

Quantidade

Fonte: HGTV

Dependendo da decoração da casa, usar uma galeria de quadros em estilos e tamanhos diferentes pode criar uma aparência interessante. A composição pode ser montada alinhada para criar harmonia ou de modo assimétrico, com uma cara moderna.

Misture o novo e o antigo

 

Fonte: House Beautiful

O contraste é responsável por deixar o cômodo mais atraente. Considere pendurar arte moderna em ambientes clássicos, criando um ponto focal. Quando usadas no mesmo cômodo, peças tradicionais e modernas podem se complementar de formas inesperadas.

Gostou das dicas para acertar na escolha dos quadros?

Fique sempre ligado nas novidades do Blog da Lopes

Como decorar o home office e aumentar sua produtividade

Autor: Aline Yamasaki, Lopes Consultoria de Imóveis

A ideia dos home offices está em crescimento, tanto para quem trabalha por conta própria ou para as empresas que estão mais flexíveis. Por mais que a ideia de trabalhar no sofá seja agradável, criar um local tranquilo e livre de distrações é necessário.

Você já teve dias que cumpriu todas as tarefas e ainda sobrou tempo? E dias que nada funcionou, você se distraiu e não terminou nada? Ter um home office bem planejado para seu trabalho é uma forma de aumentar a produtividade e criatividade no dia a dia.

Por isso, separei algumas dicas para você decorar seu home office e trabalhar mais inspirado.

Escolha a iluminação correta

Posicione sua mesa de forma que aproveite a luz natural, ajudando a te manter acordado e produtivo. Se você trabalha com computador, lembre-se de considerar o reflexo da luz da janela ao posicionar a mesa.

Mesmo que seu escritório tenha uma ótima luz natural, pode ser interessante colocar luminárias para estender o dia de trabalho. Na hora de escolher as lâmpadas, invista na luz branca, que aumenta a concentração.

Se livre da bagunça

Use gavetas para te ajudar a organizar os itens que você usa no dia a dia. O que é usado com frequência deve estar nas primeiras gavetas, enquanto os demais materiais podem estar nas próximas. Deixe uma garrafa de água por perto para evitar sair do escritório muitas vezes e perder o foco.

 

Escolha a cadeira certa

A cadeira é um item fundamental para todo home office. Se você passa grande parte do dia sentado, lembre-se de buscar cadeiras confortáveis. Na hora de comprar, sente-se em todas as opções e preste atenção no encosto e apoio de braços. É importante também que a altura esteja ajustada de modo a manter os pés apoiados no chão.

 

Separe um local para descansar

Crie um local para ler e relaxar um pouco durante o trabalho. Fazer pausas também pode te ajudar a ter novas ideias. Uma poltrona confortável e uma mesa de café podem ser úteis nesse momento de descanso.

 

Adicione inspirações e metas

Pense nas metas que você quer alcançar e crie um mural. Assim, você tem um incentivo extra nos dias que estiver desmotivado. Também separe imagens e frases que te inspiram a trabalhar melhor.

 

Decore com plantas

Adicione um pouco de natureza: Além de decorar, as plantas diminuem o estresse, melhoram o humor e aumentam a produtividade.

 

 

Gostou das dicas para melhorar seu home office?

Fique sempre ligado nas novidades do Blog da Lopes

 

15 ideias de DIY que você pode fazer ainda hoje

Todos temos um potencial artístico para ser explorado. O DIY é uma ótima maneira de começar a descobrir o seu. Se você não sabe do que se trata, o DIY é uma sigla em inglês que significa “Faça você mesmo”. O objetivo é colocar a mão na massa com diferentes materiais, design e técnicas para criar decorações lindas e funcionais. Neste artigo preparamos 15 ideias que você pode começar ainda hoje. Está pronto (a) para o desafio? Então vem com a gente

1. Efeito mármore

O mármore é uma conhecido pelo luxo e elegância. E, marmorizar objetos do dia-a-dia é uma prática muito sedutora. Você pode deixar o seu notebook, agenda ou até mesmo uma caixa organizadora com aparência de que foi feita em mármore. As cadeiras também são ótimas opções para serem marmorizadas, dando um toque todo especial para a decoração do ambiente.

Foto: Pinimg

Foto: Whereorwhat

2. Um toque especial de cimento

Para quem deseja começar o DIY com algo diferente, único e ousado, o cimento é uma ótima opção. Você pode aplicá-lo em vários objetos, como: criar potes com formatos únicos, castiçais, banquinhos, imãs e até mesmo lindas luminárias. Além disso, você pode usá-lo tanto com uma textura mais lisinha quanto com uma textura em relevo e desconstruída.

Foto: 4bp

Foto: Habcdn

 

3. Potes de vidro com luzes

Usar os potes de vidro como suporte para a iluminação do ambiente é uma ótima maneira de criar algo incrível. Eles ficam lindos, principalmente se forem vários potes iguais. O resultado fica como vários pendentes de luzes, que está super na moda. Primeiro, limpe bem os potes, tire o rótulo e coloque-os em alturas diferentes. Você pode decorar qualquer cômodo da sua casa com eles, inclusive o jardim.

Foto: Pinimg

Foto: carro de mola

4. Flores de papéis

Você tem aqueles papéis de docinhos em casa? Pode usá-los para fazer lindas flores de papéis. Para isso, perfure a base do papel e coloque uma das luzinhas. Essa iluminação deixa qualquer ambiente muito mais charmoso e romântico. Você também pode usar essas forminhas sem as lâmpadas, apenas como enfeite.

5. Na lata

A reciclagem e releitura de objetos do cotidiano continua sendo uma tendência. E, para quem compra atum, sardinha, milho ou qualquer produto enlatado, saiba que você tem uma grande oportunidade de decoração em mãos. Depois de vazias e limpas, você pode pintá-las, forrar elas com tecido, corda papel e até mesmo fitas. O resultado é lindas floreiras, castiçais , recipientes e luminárias.

Foto: As tagarelas

Foto:2bp

6. Chalk paint

Falando em tendência, os quadros negros vieram para ficar! E, com uma boa pintura chalk paint, você pode cobrir qualquer superfície (madeira, quadros ou paredes) e fazer um agora mesmo. Depois, você, seus filhos e colegas podem decorar com giz colorido, assinar e você ainda pode apagar quando preferir.

Foto: Patio Hype

Foto: i.ytimg

 

7. Transformando o mundo

Você se lembra daquele globo terrestre da época da escola? Ele pode ser reaproveitado e não é somente para estudo. Para isso, corte-o na metade ou no topo, lixe bem as bordas e instale um soquete para lâmpadas sem fio. O resultado será uma luminária incrível e cheia de personalidade e estilo.

Foto: Archzine

8. Washi tapes

Nada melhor do que dar uma cor para os móveis e ambientes da casa, não é mesmo? Para isso, você pode apostar em tintas e pincéis, ou nas fitas adesivas feitas de papel japonês. Essa técnica também é conhecida como washi tape. Fabricada a partir de ingredientes naturais, ela reforça os princípios do DIY, de ser sustentável.

Onde colocar: pisos, paredes, portas, bicicletas e até mesmo carros.

Foto: dma

Foto: Abeautifulmess

 

9. Reciclar gavetas

Antes de se livrar da sua cômoda ou armário, aproveite este tópico. Se as gavetas estiverem em um bom estado, dê a elas uma nova vida. Basta lixar, pintar e forrar o fundo das gavetas com um tecido estampado. Elas podem virar organizadores, estantes e até mesmo uma cabeceira estilosa como essa da imagem abaixo.

 

Foto: Alicdn

10. Nail string art

Você já ouviu falar em nail string art? Ela ingressou com força na decoração de interiores Essa técnica é antiga. Porém, voltou com um estilo super renovado e original. Consiste em criar formas e desenhos com fios, e é super fácil e divertido de fazer. Você só vai precisar de uma tábua de madeira, um molde com o símbolo desejado e pregos, martelos e linhas.

Foto: Thymebombe

Foto: Erinpain

 

11. Pallets

Os pallets são os queridinhos do DIY. Com eles, é possível fazer muitas coisas, vamos indicar algumas: redes de descanso, sofás, estrados, pés para as camas, cômodas, organizadores, entre outros. As decorações com o pellets são de característica rústicas e a funcionalidade é um dos pontos mais fortes. Isso porque, como é madeira e em um formato amigável, é possível construir quase de tudo com eles.

Foto: Decor Fácil

Foto: Ytimg

12. Malas

Você tem malas antigas em casa, ou o avô quer jogar fora? Aproveite elas para dar um toque super vintage na sua casa. Elas voltaram com força ao mundo da decoração e os designer de interiores estão fazendo lindas prateleiras com elas. Outras dicas é transformar as malas em mesas, estantes ou até mesmo estofados.

 

Foto: Tua Casa

13. Livros

Os DIY com livros dão um toque super cool para o ambiente. Então, vamos dar uma dica de fazer uma luminária com alguns livros e ter um resultado incrível. Eles podem servir como base para a luminária e você ainda pode lê-los quando desejar. Uma dica importante é escolher livros com a capa mais dura. E os coloridos deixam a sua nova luminária mais destacada.

Foto: Img Elo

 

Foto: Pinimg

14. Caixas ou estantes?

Você pode transformar as suas caixas de madeira em lindas estantes. O melhor é que a sua nova estante pode ser do tamanho que você quiser, com as formas e procedências que você escolher. São perfeitas para quartos, salas e até mesmo escritórios. Para começar, você só vai precisar das caixas e deixar a sua imaginação fluir.

 

Foto: Jounal de Sorrisos

15. Horta feita de canaletas

Ter uma horta em casa ou no apartamento é o sonho de muita gente. Agora você pode fazer você mesmo! Comece a construção vertical com canaletas. Para isso, você vai precisar de: canaleta, suportes de aço, tampas e uma ripa de madeira. O resultado surpreende qualquer um. Além de ser uma ótima alternativa para um jardim ecológico.

Foto: Write Teens

 

Consulte também o nosso site Habitíssimo. Lá você também poderá encontrar várias dicas.

Conheça o estilo Lagom

Autor: Aline Yamasaki, Lopes Consultoria de Imóveis

Não há como negar que o estilo escandinavo foi uma forte tendência de decoração em 2017. Na mesma onda do minimalismo, o estilo Lagom tem origem sueca e chamou a atenção por se tratar de algo que ultrapassa os limites da decoração e contempla também um estilo de vida. A palavra Lagom significa algo como “suficiente, na medida certa”, incentivando seus adeptos a buscar uma vida equilibrada, de consumo consciente e sustentável.

Aplicado à decoração, o estilo Lagom propõe ambientes claros, amplos e acolhedores. As cores são neutras para que criem uma atmosfera harmoniosa e relaxante. Aqui, as misturas de cores, estampas e o excesso de informação não tem vez. Os espaços não podem ser sobrecarregados de móveis e decorações, mas devem servir a um propósito específico.

A aproximação com a natureza é outro elemento importante nesse estilo e está presente na escolha de tecidos, dando preferência ao linho, lã e algodão, que trazem mais aconchego do que os sintéticos.

Estilo de vida

Organização: Um lugar bagunçado não permite que o dono relaxe e sinta-se refugiado. Além disso, como todos os excessos são retirados é mais fácil organizar e guardar os pertences.

Consumo: Viver com apenas o essencial parece um desafio, mas prestar atenção nos hábitos de consumo evita dívidas, desperdício e o acúmulo de coisas. No ato da compra é bom refletir se há necessidade do consumo, se o dinheiro não fará falta, etc. Também é interessante considerar a qualidade e durabilidade do produto antes de consumir – é preferível um item sólido a vários itens baratos.

Hábitos: O estilo Lagom sugere uma mente descansada, a prática de exercícios e o relaxamento, uma forma de aproximação com as necessidades mais profundas. O lazer não pode ser deixado de lado e é um investimento para melhorar a qualidade de vida.

Numa época de mudanças rápidas e excessos parece utópico pensar nesse estilo de vida, mas ele traz reflexões importantes e maiores do que o aspecto estético. O estilo Lagom não impõe que as transformações aconteçam repentinamente, sendo possível incluir essas atitudes no cotidiano de modo orgânico.

Que tal dar uma chance a essa vida mais leve?

Fique sempre ligado nas novidades do Blog da Lopes

Halloween, um susto divertido na decoração

Halloween se tornou tradição também no Brasil. De acordo com algumas informações que li sobre o Halloween, ele tem suas raízes no Reino Unido, ao invés dos EUA, que todo mundo acredita.  Veja algumas curiosidades:

“Halloween deriva de “All Hallows’ Eve”. “Hallow” é um termo antigo para “santo”, e “eve” é o mesmo que “véspera”. Até o século 16, essa era a noite anterior ao Dia de Todos os Santos (que após uma adaptação para o cristianismo começou a ser comemorado em 02 de novembro como finados). Samhain é um festival de origem Celta que indica o fim do verão, acontece em 31 de outubro no hemisfério Norte e é a data mais importante para os pagãos, ela marca o início de um NOVO ANO e o período em que a grande Mãe torna Anciã, a Velha Sábia. Esse é o momento em que os portões entre os mundos se abrem e o deus se torna o Rei da Morte, guiando as almas perdidas. Por isso essa data, celebramos e honramos nossos ancestrais, comemoramos e homenageamos, demonstrando toda nossa gratidão. Acender velas nas abóboras era uma das tradições que tinha como objetivo guiar os espíritos ancestrais na viagem de volta à Terra, de volta ao lar. Honrar quem somos e nossas origens faz parte do nosso processo de cura, voltar-se para dentro e se conhecer também, permitam-se sentir essa energia *”

* Texto extraído do Insta  @Fabi Sucigan.

Já falei um pouco da decoração de Halloween aqui neste post, se tiver um tempinho, dá uma passada lá. /

Neste post vi algumas ideias que podem ser usadas para uma festa mais animada com o tema. Selecionei alguns que achei fácil de fazer. Dá uma olhada:

1. Turma sinistra

A ideia foi reunir um turma sinistra e fazer arranjos com copos e velas. Achei ótima esta ideia. Bem criativa. Com alguns elementos eles ficaram bem simpáticos, né? Nem dá medo, vai… rss..

2. A Múmia

Clássica, esta múmia foi feita com faixa, pote de vidro e vela, além de incluir alguns olhinhos bem simpáticos, né? Dá uma olhada aqui. Achei fácil de fazer. Dá pra você colocar pelos cantos da festa, perto de janelas, mesa.

3. Porta de entrada

Esta com certeza deve ser uma casa americana. Eles são bem criativos para enfeitar a casa. Uma vez vi um programa que tinha até concurso para destacar a casa mais criativa. Fecham ruas e tudo mais. Olha o morcego e as morangas? Detalhe das vassouras na portas. Ali estão duas bruxas.. rss..

 

4. Fantasmas fazendo corrente. 

Achei legal, mas não sei se eu não sairia correndo.. rss.. Ficou criativo na porta de entrada. Eu imagino que foi feito usando bexiga, vassoura, lençóis e a luminária que deve ser própria do jardim. Gente! Se colocar uma música de fundo fica perfeito, não? Perfeito pra ter medo… hehe.

5. Mesa decorada com o tema Halloween. 

Como não deveria faltar, uma mesa decorada com o tema de Halloeen. Olha a aranha no centro da mesa! HAHAHA… Ri alto. Muito bom! E o corvo no topo de um dos candelabros? As cores são as tradicionais preto e laranja e como base, o branco.

Existem muita coisa criativa nesta vida! Adoro buscar coisas que fazem a gente sorrir com a alma. Sim, porque quando a gente vê uma decoração dessa, além de se divertir, sorri com a alma mesmo, algo feito com capricho e carinho. Assim é a decoração. Ela costuma trazer alegria pra você. Adoro isso. O meu favorito está logo no começo. Claro, vou comentar o seguinte: que FANTÁSTICO a decoração do portão da garagem! O cuidado e como foi feito ficou realmente lindo! Acredito que tenha sido feito com madeira e colocado um gancho pra ficar certinho no portão e não ter tanto trabalho pra tirar depois. Não sei.

Todas as fotos foram extraídas da Internet. Aproveite também pra dar uma olhada no meu Instagram @fabicorderodesignedecoracao

Beijos!

Até a próxima!

Fabiola

E nos acompanhe:
→ Instagram: @fabicorderodesignedecoracao

→ Nossa Fan Page: /fabicorderodesignedecoracao

instaFabi faceFabi emailfabi

Credenciada pela ABD sob nº : 15670 – Categoria: Profissional – São Paulo – SP